top of page

Múltiplo do Capital Investido (“MOIC”) e Taxa Interna de Retorno ("TIR")

Conhecer as metodologias de cálculo de rentabilidade de investimentos é fundamental para decisões mais assertivas e para a analise de eficiência das estratégias aplicadas.



O Múltiplo do Capital Investido (ou “MOIC”) permite que os investidores meçam quanto valor um investimento gerou. O MOIC é uma métrica bruta, o que significa que é calculado antes das taxas, despesas e tributos.


Pode ser calculado no nível do negócio ou no nível do portfólio para avaliar o desempenho de investimentos realizados e não realizados. Essa métrica é altamente valiosa para análise e relatórios de nível de negócio e portfólio.


O MOIC é importante para relatórios de desempenho devido à sua simplicidade.

É fácil entender que um múltiplo de 1,30x significa que o valor do investimento principal aumentou em 30%. Essa métrica, que está diretamente ligada ao valor investido, geralmente é um indicador de desempenho mais digerível do que a TIR (Taxa Interna de Retorno).

Isso ocorre porque o MOIC simplesmente contabiliza a mudança no valor bruto e não tenta contabilizar a quantidade de tempo necessária para fazê-lo.


O MOIC é calculado por:



É importante que a análise do múltiplo seja combinada com uma métrica que considere o tempo de retorno. Esta métrica é a Taxa Interna de Retorno (TIR).


Conceitualmente, a TIR é a taxa de juros (r) que define o valor presente líquido (VPL) dos fluxos de caixa (FC) em zero. O cálculo da TIR depende dos aportes e resgates ao longo do tempo, pois considera os preços médios ponderados pelo volume investido.


A TIR é uma foto do retorno de todos os investimentos de determinado período, ponderados pelo de capital aportado e/ou resgatados/a resgatar.


Para calcular a TIR aplica-se a formula:




MOIC e TIR são valiosos para os investidores.


O cálculo simplista do MOIC diz claramente aos investidores quanto dinheiro eles estão recebendo de um investimento. Por outro lado, a TIR permite que os investidores entendam o impacto de diferentes períodos nos retornos dos investimentos.


Pense em MOIC e TIR como partes diferentes de um quadro maior. Nenhum garante o sucesso. Cada um tem suas respectivas deficiências.Ao avaliar uma oportunidade de investimento, considere o que cada métrica está e não está lhe dizendo.


A maioria dos fundos considera ambas as métricas juntamente com outros fatores, como horizonte de tempo, perfil de risco e DPI/RVPI ( detalhes no documento abaixo).


Diligent-Equity-The-Ultimate-VC-Metrics-Cheat-Sheet
.pdf
Download PDF • 74KB

Sources:


Posts recentes

Ver tudo

Yorumlar


bottom of page